Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu doce olhar

A vida é muito louca! As pessoas estão loucas!!! Calma.... Respirem fundo, há força ninguém vence! Quem vence é a paixão e a precistencia! Aqui apenas pretendo colocar os Pensamentos de uma alma

O meu doce olhar

A vida é muito louca! As pessoas estão loucas!!! Calma.... Respirem fundo, há força ninguém vence! Quem vence é a paixão e a precistencia! Aqui apenas pretendo colocar os Pensamentos de uma alma

Em tempos de aniversário coloca-se a vida e análise

Valentina, 04.11.18

Ouvi dizer que hoje faço anos!
É época de repensar atitudes, reavaliar situações e traçar objetivos!
Não cheguei bem ao meu aniversário 😇, pensei e repensei, e virei a minha vida do avesso antes que este dia chegasse. Eu sabia que assim não podia continuar. Tive atitudes e momentos que nem conheci em mim própria. Senti falta do meu positivismo natural, e sentia saudades de “andar sempre com um sorriso na cara” tal como uma criança me disse um dia.
Ainda assim não me arrependo de um único passo dado. Até dos menos corretos, dos mal calculados, dos ingénuos, e sobretudo dos passos dados já muito além do meu limite. Cada vez tenho mais a certeza: nunca julguem as atitudes de ninguém pois apenas o caminhante sabe o peso do seu caminho, e geralmente ele faz o melhor que sabe com aquilo que tem.
Já havia dito várias vezes, acho que desde que me tornei minimamente adulta que o digo, “tudo o que nos acontece, acontece por algum motivo”. Dou graças a Deus por muitos dos meus projetos não terem ido para a frente. Deus sabia o que fazia, eu é que não sabia o que me esperava.
Às vezes temos de voltar a traz no nosso caminho para poder definir novos objetivos e um novo destino. E isso é bom, porque aprendemos a levar na bagagem aquilo que precisamos apenas, e sobretudo aquilo que aprendemos e nos é útil.
Não me arrependo, mas não me arrependo mesmo… de acreditar que as pessoas são boas e que não nos magoam por mal. Não me arrependo de lutar pelo que acredito e passar para além dos meus limites por quem amo. Não me arrependo de me ter anulado vezes sem conta para segurar quem amo, quando o meu mundo está a ruir a olhos vistos. MAS SOBRETUDO NÃO ME ARREPENDO DO MOMENTO DO BASTA. Porque chega a uma altura em que basta, tudo o que há a ser feito já foi feito, até mesmo o que não havia a ser feito foi feito. Portanto agora chega. Fi-lo por mim, por mais ninguém. Virei a minha vida do avesso e voltei uns quantos quilómetros para traz. Ainda assim sou eu quem estou aqui. E não desisti. Apenas vou recuperar o folgo no amor da família e dos que são família de coração. Pra voltar a pegar nas malas e subir caminho.
Porque apesar de tudo, e apesar de ter sido muito pisada, (muitas vezes com o meu consentimento) de uma coisa eu tenho certeza: Não sou eu a errada, posso ter cometido erros, mas eu não sou a errada neste mundo feito de prioridades e amores trocados!

 

Com amor, 

Valentina, ou talvez não.... ... 

1536952246240.jpg

 

2 comentários

Comentar post